A Ortodontia é a especialidade odontológica que tem o objetivo de prevenir e corrigir estados de anormalidade no alinhamento dos dentes.

Sabemos que uma boa adaptação das arcadas dentárias melhora a respiração, a dicção, além de prevenir distúrbios na articulação, o que proporciona uma estética agradável e ainda auxilia na prevenção das cáries, gengivite e doença periodontal, ajudando a manter a saúde bucal.

A ortodontia avalia o posicionamento dos dentes, tipo de crescimento, análise do formato da face, perfil, ATM e define a melhor forma de correção.

PERGUNTAS FREQUENTES

Por que realizar o tratamento?

A função principal do tratamento ortodôntico é restabelecer a oclusão dentária (perfeito engrenamento dos dentes superiores com os inferiores), que é fundamental para a correta mastigação e, consequentemente, a adequada nutrição e saúde bucal. Com o restabelecimento da oclusão, evitam-se problemas relativos à respiração, deglutição, fala e articulação temporomandibular (ATM).
Não existe idade máxima para a realização de tratamento ortodôntico, embora no paciente adulto alguns cuidados especiais devam ser tomados, principalmente em relação aos tecidos de suporte dos dentes, que podem chegar a contraindicar o tratamento (problemas periodontais).

Tipos de Aparelhos

Aparelhos fixos são unidos aos dentes através de uma substância adesiva ou cimento; são compostos por bráquetes (metálicos, plásticos ou cerâmicos), tubos e anéis, que suportam o arco metálico responsável pela movimentação dentária. Permitem maior movimentação dos dentes e independem da colaboração do paciente.

Aparelhos removíveis são encaixados na boca, podendo ser retirados pelo paciente ou pelo ortodontista, e dependem da colaboração do paciente. Podem ser ortodônticos, os quais realizam pequenas movimentações dentárias; ou ortopédicos, utilizados nas correções de alterações esqueléticas (ósseas).